Saúde

10 Maneiras Assustadoras de Morrer Enquanto Dorme

10 Maneiras Assustadoras de Morrer Enquanto Dorme

Crédito da imagem: Notícias ao Minuto

Nós podemos até pensar que fazer dietas saudáveis, exercícios físicos e dormir adequadamente podem garantir uma vida muito mais duradoura, certo? Mas sabia que enquanto dorme você também está correndo sérios riscos de vida?

Na verdade, existem uma série de coisas que podem dar errado quando você está com está dormindo e inconsciente – e, para algumas pessoas, o perigo é real o bastante para que elas nunca mais acordem.

O sono, em sua maior parte, sempre foi visto como uma atividade “passiva” que nosso corpo realiza sozinho. Mas a verdade é que nosso cérebro é bastante ativo enquanto dormimos. Também é verdade que há muitos mistérios não respondidos sobre o sono que os cientistas modernos ainda precisam desvendar.

Existem algumas coisas surpreendentes (e um tanto assustadoras) que podem acontecer quando nos desligamos desse mundo e entramos no estado de sono. Às vezes, os resultados podem ser completamente aterrorizantes.

10º – Parada Cardíaca Súbita

Parada Cardíaca Súbita

Crédito da imagem: Notícias ao Minuto

A Parada Cardíaca Súbita acontece quando o nódulo sinoatrial, que é, basicamente, o marcapasso natural do seu corpo, fica prejudicado. Essa condição ocorre quando os sistemas elétricos do coração apresentam mau funcionamento. E, em alguns casos, é mortal logo nos primeiros minutos.

Quer saber como isso pode matar? Bem, isso basicamente reduz o fluxo sanguíneo que vai em direção ao seu cérebro. E o mais assustador é que isso não só pode acontecer durante o sono, como também enquanto você está acordado, pois esse problema não apresenta sintomas antes da parada cardíaca.

9º – Envenenamento por Monóxido de Carbono

Monóxido de Carbono

Crédito da imagem: Morgan & Morgan

O Monóxido de Carbono, ou CO, é um gás incolor e inodoro que pode ser letal a vida se for inalado em grandes quantidades nos pulmões. Ele é gerado através dos gases provenientes dos escapamentos de carros, fogões, churrasqueiras, lareiras, fornos e assim por diante, e pode ser quase impossível detectar, a não ser que você tenha um detector de monóxido de carbono por perto.

Quer saber como isso mata? Basicamente, se uma quantidade significativa se acumular em um pequeno ambiente, respirá-lo pode ser muito tóxico para o organismo. E se você inalar o suficiente, tê-lo circulando em seus pulmões pode ser um “acordo com a morte”.

Se você estiver acordado, os primeiros sintomas serão tontura, fraqueza, dor de cabeça ou dor de estômago. Mas se estiver dormindo a situação complica bastante, pois muitas vezes os sintomas não são apresentados e, infelizmente, você pode morrer sem ao menos perceber que isso está acontecendo.

8º – Infarto do Miocárdio

Infarto do Miocárdio

Crédito da imagem: Portal do Coração

Um Infarto do Miocárdio, mais comumente conhecido como ataque cardíaco, também pode acontecer durante o sono, embora, felizmente, as chances sejam muito boas de que esse tipo específico de problema cardíaco acorde sua vítima antes que elas morram.

Os ataques cardíacos acontecem quando o fluxo sanguíneo fica bloqueado para partes do coração. Esse bloqueio, por sua vez, pode destruir parte do músculo cardíaco.

Como isso mata? Se o tecido cardíaco for danificado, o coração pode não ter força suficiente para bombear sangue para o resto do corpo, resultando em uma insuficiência cardíaca, que pode ser letal a vida se um tratamento médico não acontecer na primeira hora.

Infelizmente, não é possível para uma vítima de ataque cardíaco procurar assistência médica se ela estiver dormindo sozinha, sendo essa a parte mais aterrorizante da história.

7º – Apneia Central do Sono

Apneia Central do Sono

Crédito da imagem: Lojas Veneza

A Apneia Central do Sono é um distúrbio que faz com que a respiração de uma pessoa pare e comece repetidamente enquanto ela está dormindo. Acontece quando o cérebro não envia sinais elétricos adequadamente para os músculos que controlam os mecanismos respiratórios durante o sono. Acredita-se que este problema tenha origem no tronco cerebral.

Como isso mata? Basicamente, se a apneia for forte o suficiente pode ocorrer a a hipoxemia, que é quando os níveis de oxigênio no corpo ficam abaixo do mínimo necessário para a função normal da vida. Se o cérebro não for capaz de despertar a pessoa com tempo suficiente para ela respirar, o prognóstico pode ser fatal!

6º – Síndrome da morte noturna inexplicada

Síndrome da morte noturna inexplicada

Crédito da imagem: Chocopeba

A Síndrome da Morte Noturna Inexplicada foi relatada pela primeira vez em 1917. Desde então, ganhou uma reputação assustadora nos livros didáticos. Nas Filipinas, eles chamam de Bangungut, e no Havaí, chamam de Doença dos Sonhos.

A causa exata da morte entre aqueles que morrem em virtude dessa síndrome ainda não é clara, mas os sintomas sempre parecem ser similares. Basicamente, indivíduos saudáveis ​​​​morram durante o sono sem nenhuma razão aparente.

Como isso mata? Os cientistas ainda não encontraram uma resposta conclusiva, mas sabe-se que esse evento tende a acontecer com frequência no Sudeste Asiático. Os pesquisadores suspeitam de uma série de possíveis explicações, que vão desde o mau funcionamento do canal iônico até a fibrilação ventricular.

5º – Aneurisma Cerebral

Aneurisma Cerebral

Crédito da imagem: Rota de Notícia

O Aneurisma Cerebral é um ponto fraco na parede de um vaso sanguíneo no cérebro. Uma espécie de “balão” que se enche de sangue. Com o passar do tempo e à medida que o sangue circula pela artéria, este ponto continua a enfraquecer e inchar. Se a pressão aumentar com força suficiente pode ocorrer uma ruptura.

Como isso mata? Quando um aneurisma se rompe, o sangramento geralmente dura apenas alguns segundos, porém o suficiente para causar danos às células cerebrais circundantes, o que também pode aumentar a pressão dentro do crânio. Se a pressão for muito elevada, a condição de vida da pessoa pode se tornar fatal.

4º – Enterovírus D68

Enterovírus D68

Crédito da imagem: Superinteressante

O Enterovírus D68 (EV-D68) é um tipo de enterovírus que foi identificado pela primeira vez em 1962. Mas só em 2014 é que houve um grande aumento no número de casos relatados, deixando muitos pesquisadores indagados se esse vírus se tornaria muito mais predominante nos anos subsequentes.

O mais assustador sobre o EV-D68 é que, embora geralmente cause sintomas de doenças respiratória leves a graves, às vezes ele simplesmente não produz sintomas algum. Para você ter uma ideia, muitos médicos acreditam que essa doença tem potencial para ser mais perigosa do que o Ebola nos EUA.

Como isso mata? Pode causar problemas respiratórios particularmente graves, caracterizados por um som de chiado agudo. Também tem sido associado com fraqueza muscular e inflamação da medula espinhal.

A morte de por uma infecção em decorrência do EV-D68 não é tão comum, mas às vezes os sintomas podem ser perigosos o suficiente para matar, mesmo que a vítima esteja dormindo.

3º – Afogamento Seco

Afogamento Seco

Crédito da imagem: Pensamento Líquido

A maioria de nós sabemos que para poder se afogar é preciso estar na água, certo? Mas será que você já ouviu falar sobre esse Afogamento Seco e o que isso significa?

Bom, já adianto que é uma maneira horripilante de morrer!

Basicamente, a ideia por trás desse tipo de afogamento acontece quando a vítima sai da água por ter se engasgado de leve. Tecnicamente, ela ainda pode estar se afogando mesmo sem perceber.

E isso ocorre quando a água é inalada, mesmo que seja apenas uma ou duas gotas, e segue pela garganta até entrar nos pulmões. Os sintoma pode ser de irritação na garganta, mas às vezes é leve que chega a ser ignorado.

O mais assustador é que essa pequeníssima quantidade água pode causar problemas respiratórios que se agravam ao decorrer do dia. Em alguns casos, o problema não se manifesta nas primeiras horas, mas sim enquanto ela está dormindo.

Mas fique tranquilo, pois o afogamento seco realmente é muito raro quando comparado ao total de mortes atribuídas ao afogamento convencional, porém isso não o torna menos perturbador.

Como isso mata? Basicamente, asfixia a vítima, privando-a de oxigênio até que ela sufoque.

2º – Ataque Cardíaco Criador de Víuvas

Ataque Cardíaco Criador de Viúvas

Embora a maioria dos ataques cardíacos tenham uma boa chance de acordar suas vítimas antes que elas morram, o terrível “fabricante de viúvas” tende a ser uma exceção. Já foi mencionado alguns tipos de ataques cardíacos nessa lista, mas esse tipo de infarto também merece seu próprio lugar.

Por quê? Porque está entre os tipos de ataques cardíacos mais mortais que podem ocorrer.

Acontece quando a artéria principal esquerda, também conhecida como artéria descendente anterior, fica bloqueada. Quando ocorre um bloqueio total nessa artéria as consequências quase sempre são fatais se um atendimento imediato de emergência não acontecer.

Como isso mata? Bom, esses ataques danificam o músculo do miocárdio, tornando o bombeamento de sangue para o corpo ineficiente e, consequentemente, a morte – até mesmo dormindo.

1º – Apneia Obstrutiva do Sono

Apneia Obstrutiva do Sono

Crédito da imagem: CRAPS

A Apneia Obstrutiva do Sono é um distúrbio em que a vítima para repetidamente e inicia novamente o processo respiratório várias vezes durante o sono. Ela é, de longe, o tipo mais comum de apneia e, como se constata, também é provavelmente o motivo mais provável de que uma pessoa morra enquanto dorme.

Esse tipo de apneia é causado por uma obstrução que acaba bloqueando as vias aéreas. A obstrução, por sua vez, é geralmente causada por uma flacidez dos músculos da garganta. Estima-se que até 40 milhões de brasileiros sofram com a apneia do sono, porém nem todos os casos são diagnosticados, o que torna desse problema um verdadeiro “assassino silencioso” desconhecido por muitas pessoas.

Como isso mata? As vítimas experimentam quedas súbitas nos níveis de oxigênio no sangue quando param de respirar, logo, se já são vítimas potencialmente vulneráveis aos riscos de sofrerem um ataque cardíaco, derrame ou parada do miocárdio, a apneia pode ser o gatilho que acionará um ataque cardíaco súbito.

Nesses casos, a morte pode acontecer antes mesmo que a vítima tenha a chance de acordar ou conseguir ajuda.

O que você achou dessa matéria?