Início Saúde Entenda porque o Jejum de Água é um dos mais perigosos

Entenda porque o Jejum de Água é um dos mais perigosos

por Curioso Links
0 comentário
  • 9
  •  
  •  
  •  
  •  

Jejum de Água

Paramos em frente ao espelho e não ficamos nenhum pouco contentes com o nosso físico. A sensação é ainda pior quando subimos em uma balança. Temendo pela opinião alheia começamos a procurar dezenas de dietas diferentes, até que encontramos o Jejum de Água.

Parece uma ideia genial, pois o fato de não ingerir nenhuma fonte de alimento ou líquido, exceto a água, transmite a sensação de que agora sim todas as gorduras extras serão queimadas do nosso organismo na força bruta. Porém, a verdade, é que esse tipo de jejum representa um grande risco a saúde.

Para simplificar, vamos pensar em um carro: ele precisa de álcool, gasolina ou diesel para funcionar, certo? Mas, e se enchermos o tanque inteiro com água, o que será que acontece? Basicamente, ele ainda vai andar com o resto de combustível que não se misturou a água, porém em alguns metros começará a engasgar até parar completamente.

O mesmo pode acontecer com o nosso organismo, mesmo que em um processo um pouco mais lento: quando iniciamos um Jejum de água, estamos forçando o nosso corpo a entender que aquilo é o combustível dele, mas ele não aceita, pois nunca foi acostumado a gerar energia através da água.

Mulher com corpo fraco se sentindo mal

Então, dentro de algumas horas ele entrará em um grande déficit calórico, onde nenhuma fonte de energia consistente estará entrando (pois você não está comendo), obrigando o organismo a queimar as reservas de gorduras. Mas, antes que isso aconteça, você experimentará algumas sensações fortes como tontura, vertigens, dores de cabeça e até mesmo indisposição para atividades simples, como andar.

Além disso, em um jejum de água podem acontecer outros efeitos colaterais, como uma sobrecarga nos rins. Dependendo da quantidade de dias, pode acontecer um excesso de ácido úrico no sangue que, por sua vez, poderá levar ao surgimento de pedras nos rins.

Portanto, não faça o jejum de água sem nenhuma recomendação médica. Aliás, nenhum tipo de jejum é recomendado pelos médicos. O ideal é procurar um nutricionista para entender a necessidade do seu organismo e criar uma dieta balanceada que não comprometa a sua saúde em nenhum momento.


  • 9
  •  
  •  
  •  
  •  
0 comentário

Talvez você possa gostar...

Deixe o seu comentário!