Início Curiosidades Você não vai acreditar o porque as mulheres se depilam

Você não vai acreditar o porque as mulheres se depilam

por Curioso Links
0 comentário
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Há cerca de um século era perfeitamente normal que mulheres tivessem pelos nas pernas e axilas. Mas, por que será que isso mudou tanto de lá pra cá ao ponto de nos causar estranheza ao olhar para mulheres com seus sovacos e pernas cheios de pelos? Isso é o que você descobrirá agora!

Até o ano de 1915 as mulheres tinham muitos pelos em suas pernas e sovacos e, embora isso pudesse causar ou não algum tipo incômodo nelas, elas estavam sempre com seus corpos quase que completamente cobertos, então, se tinham pelos ou não, somente seus companheiros mais íntimos sabiam.

Naquela época a marca Gillette já existia, entretanto todos os seus produtos eram dedicados ao público masculino. Foi então que, a partir de 1915, a empresa viu nas mulheres uma oportunidade de aumentar as vendas e enriquecer ainda mais, então, lançaram uma linha de navalhas especialmente para elas, a Milady Decollete.

Como o ato de barbear, isto é, tirar os pelos, era considerado algo masculino, a Gillette evitou usar termos como “barbear”, “navalha” e “lâmina”, pois acreditava que isso causaria uma certa rejeição ao público feminino. Ao invés disso, usava o termo “suave” quando se referiam as navalhas femininas. Dessa forma, o produto foi muito bem aceito.

Além disso, para alavancar as vendas de uma vez por todas a Gillette começou anunciar sua linha de navalhas Milady Decollete nos catálogos de roupas femininas, onde mencionava que pelos nas pernas e axilas era feio, perceptível e indesejado.

Como a moda de roupas curtas estava para começar – e a Gillette estava deixando bem claro que pelos eram feios -, as mulheres se viram preocupadas em mostrar os seus pelos e, por essa razão, começaram a consumir os produtos femininos da Gillette. Então, basicamente, foi por causa da indústria masculina que as elas começaram a se depilar e assim o fazem até os dias de hoje.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
0 comentário

Talvez você possa gostar...

Deixe o seu comentário!